sábado, 11 de dezembro de 2010

Progressista, mas machista!

Dezembro deixa todo mundo sem tempo, eu não sei o que acontece. E eu entrei nessa de estar sem tempo. Mas, estou parando tudo que deveria fazer para falar minha opinião sobre o post do Nassif e seu feminazi.

Ok, o cara se diz de esquerda e progressista. Para alguns, isso não quer dizer nada, para mim significa que essa pessoa tem uma sensibilidade, consegue enxergar além das piadas de mau gosto, é uma pessoa que luta a favor das minorias. E ser mulher hoje é ter que reconstruir um mundo construído por machistas. Gente, não é fácil! Fazer isso é ser chamada de louca e esquisita por aí, é ouvir coisas absurdas de moralistas medievais que ainda acham que mulher deve servir apenas ao seu deus-homem-pênis, é ter que ler noticas sobre mulheres que foram violentadas só por serem mulheres, é ser chamada de barraqueira, radical, feminazi... É cansativo demais sair todo dia de casa, lutar pelos seus direitos e ainda ouvir tudo isso por aí (inclusive de mulheres que nem teriam tantos direitos que tem hoje se não fossem as "loucas" feministas), mas pior ainda é ver um cara que se diz progressista autorizar um machista a fazer comentários completamente violentos contra a mulher. Sim, pra mim foi um insulto ler que o Governo deve se preocupar com o abuso sexual masculino nas penitenciárias, pois é errado dar mais atenção aos casos de abuso de mulher. E mais, em vez de Nassif pedir desculpas, publicar um post de repúdio ao feminazi ou sei lá, qualquer coisa que me convença que ele ainda é um cara progressista, ele simplesmente nos chama de barraqueiras, que não sabemos lutar por uma causa e ainda se diz feminista por ter 5 mil parentes mulheres. E eu com isso? Cadê a sua atitude feminista?
Como mulher, sinto-me arrasada em ver que as pessoas podem brincar com meus direitos dessa forma. Como feminista, sinto-me triste, mas encontro forças para continuar lutando por um mundo menos machista, onde as mulheres possam ser vistas como mulheres e não apenas como brinquedinhos da mídia (progressista ou não).

Mais posts sobre o assunto: http://cynthiasemiramis.org/, http://escrevalolaescreva.blogspot.com/2010/12/como-falar-bobagens-e-ser-publicado-num.html, http://liadelua.blogspot.com/2010/12/menina-nao-reclama-que-e-feio.html, http://novamentebizarro.wordpress.com/2010/12/11/feminazi/.

3 comentários:

Alisson disse...

Isso ai! Um mundo mais feminista pro meu amor viver melhor! x)

Borboletas nos Olhos disse...

Não sei porque o Reader não estava atualizando seus links, absurdo total! Gosto sempre de vir encontrar suas palavras...Que bom encontrá-las, agora, em vários espaços!

Caso me esqueçam disse...

uma semana sem atualizacoes nos blogs eh normal, mas no teu caso eu sempre fico achando que tu vai abandonar o filho :(